Compartilhe

A hipnose no tratamento da gagueira

Miriam Pontes de Farias

A gagueira é classificada como transtorno comportamental e emocional, com início geralmente durante a infância ou adolescência. A hipnose tem apresentado excelentes resultados ajudando pacientes no tratamento da gagueira, também conhecida como tartamudez ou disfemia. Dados estatísticos revelam que aproximadamente 1% da população mundial apresenta quadro de gagueira, a incidência é maior no sexo masculino, a relação é de 3 homens para cada mulher que sofre dessa dificuldade com a fala. Algumas personalidades históricas e famosas acometidas por essa dificuldade: Demóstenes (orador grego), Charles Darwin, Winston Churchill, Marilyn Monroe, Bruce Willis, Isaac Newton, Rei Carlos I, Machado de Assis, José Saramago, Murilo Benício (ator) e Nelson Gonçalves (cantor). Como podemos perceber a gagueira é uma dificuldade que não é incapacitante, essas grandes personalidades são reconhecidas pelas suas aptidões e talento.

É muito comum que os pacientes com tartamudez se isolem, diminuindo assim suas possibilidades de relacionamento, pois, estar diante de outra pessoa pode ser, muitas vezes, uma situação de estresse, na qual, podem ocorrer: ansiedade, insegurança, desamparo, medo, sentimentos de menos valia, inferioridade e principalmente, baixa autoestima.

Há pessoas que apresentam tíques associados à gagueira, os tíques são movimentos involuntários e rápidos, eles podem ocorrer em várias partes do corpo, principalmente, na área da face, podem ser motores ou vocais. Tanto a gagueira quanto os tíques causam bastante sofrimento e desconforto. A hipnose é uma ferramenta que trata com muita eficácia os tíques, sendo relacionados ou não à gagueira.

É também comum pessoas que gaguejam terem algum parente próximo que apresenta a mesma dificuldade ao falar, pesquisas dão indícios da existência de genes responsáveis pela gagueira. Além das questões genéticas existem outras causas para a gagueira: aquela que é aprendida ou a provocada por estresse pós-traumático (TEPT). Nos quadros mais graves de TEPT a pessoa pode até mesmo perder a fala.

Não há cura para a gagueira genética até a presente data, no entanto, nas outras ocorrências de gagueira o tratamento é muito eficaz, e nos casos da gagueira genética a hipnose tem sido um poderoso recurso, capaz de minimizar seus efeitos e promover bem estar às pessoas acometidas por esse transtorno.

A pessoa com tartamudez, apresenta muita tensão corporal, situação onde a psicoterapia com hipnose é recomendada, práticas como: exercícios de percepção corporal e técnicas de relaxamento, para aliviar a tensão das partes do corpo que apresentam essa condição. Práticas de auto-hipnose também são indicadas para fazer a manutenção do estado de equilíbrio e em situações de estresse.

A hipnose pode ajudar muito o paciente com gagueira, principalmente no que tange às questões emocionais, diminuindo a ansiedade, controlando o estresse, aumentando a autoconfiança, a segurança e melhorando, sobretudo, a autoestima. Com os recursos da hipnose, o paciente poderá também aumentar sua capacidade de percepção corporal, isso irá ajudá-lo a se observar mais, e assim falar mais devagar, sem pressa, conscientizando-se de que não se faz necessária pressa ao falar, de que não há um tempo ou cobrança determinada na fala com o outro.

Voltar



Leia também:

O que é hipnose?


Saiba Mais

O que é auto-hipnose?


Saiba Mais

Mitos acerca da prática da hipnose


Saiba Mais